Yamaha Náutica

Waverunners

Brasil conquista 2º lugar na classificação por equipes no Latino Americano de Wakeboard

O evento contou com atletas da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e México

BrasilNoLatinoAmericanoDeWakeboard.png

categorias de maior nível técnico, Kai Ditsch levou o ouro no masculino, e Eugenia De Armas, no feminino. Mariana Nep, que conquistou recentemente bronze nos jogos Pan Americanos, ficou em 2° lugar na disputa da categoria principal. Na classificação geral por equipes o México ficou em primeiro e o Bra Wake Team levou o Brasil para a segunda colocação.

A competição foi organizada pela Associação Brasileira de Wakeboard (ABW) e chancelada pela Federação Internacional de Waterski & Wakeboard (IWWF). “O Brasil não sediava um Campeonato Latino Americano há 19 anos e nós ficamos muito felizes em receber os atletas novamente. O tempo ajudou bastante, a raia da competição estava lisa e o nível da competição foi muito alto”, declarou Marcelo Giardi Marreco, atleta e um dos organizadores do campeonato. 

O pódio masculino da categoria principal, a Open Men, foi formado por Kai Ditsch (Argentina), Patricio Gonzalez (México), e Agustin Fontana (Argentina), respectivamente. A Open Women ficou com Eugenia De Armas (Argentina), Mariana Nep (Brasil), e Lorena Vergara (México). O resultado vale pontos para o ranking mundial de wakeboard e é um termômetro para o Mundial de Wakeboard que será realizado em Abu Dhabi em novembro, onde os atletas devem se reencontrar. 

Para Mariana Nep, que desponta como um dos principais nomes do esporte nacional, medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima, sediar uma competição internacional no Brasil é muito importante para desenvolver a prática no País. “A competição foi um sucesso, com condições perfeitas, sem vento e com sol. Os atletas internacionais curtiram muito e foi muito bom para os atletas brasileiros que não tem a oportunidade de viajar para outros países para competir, de participar de um campeonato internacional de alto nível”.

É o caso dos atletas que competiram na categoria Sub 14, famosa por revelar os atletas mais promissores do esporte. O destaque desta edição foi o competidor manauara, Jair Paulino, apelidado de indiozinho, que aprendeu a andar de wakeboard com a ajuda de esportistas da região. O atleta de 14 anos levou a medalha de prata na categoria, o ouro ficou com Manuel Torres (Colômbia), e o bronze com Waldemar Jr. Franco (México). 

O Eco Resort Refúgio Cheiro de Mato, onde a disputa aconteceu, também sediou o Masterboat Cup, que foi válido como segunda etapa do Circuito Brasileiro de Wakeboard 2019. 

Os resultados de todas as categorias podem ser acessados no link - http://www.iwwfed-ea.org/boatwake/19BRA501/

Texto e fotos: Organização